Receba as atualizações por e-mail

Cadastre seu e-mail:

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Padres que não usam batina, algo cada vez mais comum

Salve Maria!

Mais um post sobre imagens que vi na internet. Desta vez o fato é menos repugnante... Menos...

Fico indignado com um fato, que se torna cada vez mais comum: O de padres que não se vestem mais como tais. A cada dia cresce o número de padres que deixam o hábito eclesiástico - se é que o usaram cotidianamente alguma vez - e o trocam por calças apertadas, camisetas chamativas, enfim... Ocasiões, mais que próximas, de pecado. Atrevo-me a dizer, que verdadeiros católicos, não usariam tais roupas, quanto mais padres.


A cada dia cresce o número de padres, que quase abandonam o ministério sacerdotal, para "evangelizar" no mundo da música. Esta "evangelização" "desemboca" em cd's sertanejos, na maioria dos casos, e aliás, isto não é função dos leigos? O sacerdote não deveria cuidar diretamente das almas, e administrar os Sacramentos?

Alguns podem dizer: "Os tempos mudam!"

Sim, mas não é Verdade Una, Indissolúvel, Imutável? Não é a Doutrina e Ensinamentos de Nosso Senhor Jesus Cristo, da Santa Igreja fundada por Ele, Una, Indissolúvel, Imutável?

Pois bem...

deixo algumas imagens para ilustrar:

     
                                                  
                                                                        

Sim, as imagens acima são de padres, e é totalmente desnecessário citar seus nomes. O que acontece com esse número, cada vez maior de clérigos? Fomos realmente ao outro extremo - se antes era vivida uma era clericalista, agora vivemos uma laicista - onde até os clérigos, querem se "laicizar" o máximo possível.

Quando vemos um padre que se veste como tal, (digo é claro, de batina), precisamos limpar os óculos, nos "beliscar", pois "não pode ser verdade", nos perguntamos "estou sonhando?". Chegamos até a estranhar...

Não desejo debater a obrigatoriedade do uso do hábito eclesiástico, mas apenas deixo uma frase para ilustrar bem o artigo:

"Será que vou ver os padres de batina antes de morrer?"



"Não nos iludamos julgando servir o Evangelho se tentamos "diluir" o nosso carisma sacerdotal mediante um interesse exagerado pelo vasto campo dos problemas temporais, se desejamos "laicizar" o nosso modo de viver e de proceder, se apagamos até os sinais exteriores da nossa vocação sacerdotal. Devemos conservar o sentido da nossa singular vocação, e tal "singularidade" deve exprimir-se também no nosso vestuário exterior. Não nos envergonhemos! Sim, estejamos no mundo! Mas não sejamos do mundo!"




Citação: http://www.avidasacerdotal.com/2009/07/sera-que-vou-ver-os-padres-de-batina.html


In Corde Iesu et Mariae
Voc. Allysson Vidal Vasconcelos
cruzinabalavel@hotmail.com


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...