Receba as atualizações por e-mail

Cadastre seu e-mail:

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Nota - Aborto mata mais que guerras

O Bispo de Oberá (Argentina) Dom Santiago Bitar afirma que o aborto mata mais de 50 milhões de vitimas por ano o que supera as duas guerras ocorridas no século XX.

Em uma carta aos fiéis da sua diocese, Dom Bitar também esclareceu que na sua homilia de Sexta-Feira Santa, nunca disse que "os que estão a favor do aborto são genocidas e tem que ser postos para fora da pátria", frase que atribuiu aos meios jornalísticos do país que tergiversaram suas palavras.

O Prelado explicou que essa frase foi usada "unindo erroneamente palavras da introdução a uma oração e as da entrevista".

Dom Bitar afirma: “a contradição que um Estado democrático não defenda os ‘direitos humanos’ dos menores e indefesos, autorize, e inclusive possa chegar a obrigar a médicos a destruir vidas inocentes"

Questiona o bispo "Não estamos ante as portas de um "silencioso", mas sangrento genocídio?"

Dom Bitar também critica: "o silêncio de muitos profissionais da saúde, que conhecem bem que o embrião é uma vida humana distinta e não um pedaço da mulher, ou um órgão a mais do qual se pode prescindir".

"Chama a atenção o silêncio de organismos de Direitos Humanos e grupos ecologistas. Dá a impressão que os "direitos" são somente para alguns e não para todos".

Também questiona aqueles que: "só defendem animais e plantas, mas se calam a respeito das crianças não nascidas.

São poucas a palavras do Bispo, mas são muito produtivas e verdadeiras que podem ser usadas como refutação aos ecologistas e Pro-Abortistas.

Adaptação: Lucas Gonçalves de Freitas



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...