Receba as atualizações por e-mail

Cadastre seu e-mail:

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Foto - Vocação de leigos: sacralizar a ordem temporal


Mario Navarro da Costa
[...]

O específico da TFP - insistia Dr. Plinio - é considerar a ordem temporal como um elemento fundamental para a formação das almas e lutar para que essa ordem, em todos os seus aspectos, seja profundamente católica. Daí o esforço continuado da TFP para que a cultura, a arte, os ambientes etc. ajudem a criar o clima propício para que as almas aproveitem as aulas de catecismo.

Quando o indivíduo não ordena sua visão temporal de acordo com sua visão espiritual, acaba colocando a visão espiritual de acordo com a temporal. De maneira que com uma narina ele respira ortodoxia na aula de catecismo, e com a outra narina respira heterodoxia vivendo na sociedade civil. A mistura de ar puro com ar envenenado produz veneno e liquida o indivíduo.

[...]

A TFP gostaria que a ordem temporal fosse como uma vítima de agradável odor diante de Deus. Trata-se de vocação de leigos:

"Nós não temos as mãos sagradas que tocam no Santíssimo. Temos as mãos que ordenam o turíbulo e fazem com que dele suba o aroma para envolver o ostensório, envolver o altar, encher de perfume a Igreja. Essa é a nossa tarefa. É por amor ao ostensório que nós temos o turíbulo e o manuseamos".
Plinio Corrêa de Oliveira


(Plinio Corrêa de Oliveira, dez anos depois... 
Associação dos Fundadores da TFP, 2005 )






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...