Receba as atualizações por e-mail

Cadastre seu e-mail:

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

A Pureza

Plinio Corrêa de Oliveira

Copyright: http://www.flickr.com/photos/obomcatolico/

"Tomem a vida de uma pessoa impura, que portanto proporciona a si mesmo os prazeres pecaminosos da impureza. Comparem esta vida com a de uma pessoa pura, que recusa inteiramente estes prazeres. Qual é a pessoa mais feliz?
É indiscutivelmente a pessoa pura. Por que a pessoa impura, tem dentro de si uma efervescência, uma agitação, uma inquietude, entrecortada por raros momentos de prazer, mas um prazer transbordante, tempestuoso, delirante. No total, esta é uma alma sobressaltada, agitada, inquieta, envergonhada.
Pelo contrário, uma pessoa que mantém a vida pura tem a tranquilidade dentro da própria alma, tem a consciência tranquila, e tudo nela, todas as emoções, todos os movimentos são mais serenos, são mais normais, são mais comuns. A pessoa assim vive muito melhor, vive num verdadeiro estado de saúde.
Tomo como exemplo a vida de um famoso libertino do século XVIII, que no fim de suas memórias diz: "Este é um relato de uma vida de prazeres. Foi uma vida de misérias. Foi uma vida de infelicidade contínua. A minha impureza foi a fonte da minha desgraça." É isto mesmo.

“Ó Maria concebida sem pecado, Virgem das Virgens e Mãe de Deus, Concedei-me um horror profundo ao pecado de que estou ameaçado e dotai a minha alma de uma força invencível para recusar integralmente qualquer tentação. Amém!"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...