Receba as atualizações por e-mail

Cadastre seu e-mail:

quinta-feira, 28 de junho de 2012

O vai e vem das questões morais em nossas leis - O Novo Código Penal

Allysson Vidal Vasconcelos

Foi entregue, nesta quarta-feira (27), ao Senado,
o anteprojeto de reforma do Código Penal.
 
 
Ao analisar o panorama nacional e internacional, vejo que os castigos previstos em Fátima, pela Santíssima Virgem, se tornam cada vez mais próximos. Se lembrarmos das manchetes de jornais, de não muito tempo atrás, e das que se seguiram até hoje, isto se torna evidente.

Foi entregue hoje (27/06) ao Senado, para aprovação, o anteprojeto do Novo Código Penal¹, que entre muitos absurdos propõe a descriminalização do aborto até o 3º mês de gestação, a facilidade para prática da eutanásia (dependendo das "circunstâncias" a pena de 2 a 4 anos pode deixar de ser aplicada), criminalização da "homofobia" (alguém, aliás, defina este termo inexistente, por favor) como inafiançável e sem prescrição, infanticídio, e a descriminalização das drogas (para consumo pessoal, e longe de crianças)...

Já há algum tempo a caminhada rumo à descriminalização total do aborto começou com a legalização desta barbárie em caso de estupro e risco de vida para mulher (artigo 128 do Código Penal vigente), esperou um tempo e avançou recentemente, para a legalização do aborto em caso de anencefalia² (que pode ser extendido para qualquer outro tipo de deficiência) e agora, se o texto deste anteprojeto for aprovado do modo como está, isto constituirá mais uma vitória para os assassinos e mais um passo dado rumo à descriminalização total.

Aborto

- A legalização de tais leis - é perigosíssimo porque
levaria a um holocausto como o que (até maior)
realizou Hitler."
Uma declaração interessante: 

"Posso classificar como erro mortal e como legislação trágica e desumana a lei do abôrto aprovado nos Estados Unidos. Quero advertir os espanhóis que não caiam nos mesmos erros." Dr. Bernard Nathanson (antigamente conhecido como “doutor-aborto”) Essa advertência do Dr. Bernard, com toda certeza se estende aos brasileiros.

Em relação ao aborto em caso de risco de vida para mulher, o mesmo Dr. Nathanson afirma: "Sempre sustentei que defenderia o abôrto se a saúde física da mulher estivesse em perigo imediato de morte no caso de continuar a gravidez. Mas hoje, com os avanços da Medicina, tal caso praticamente não existe. Portanto tal argumento é enganoso, simplesmente porque não é certo." 


Em caso de anencéfalos:  "As deformações do feto. É um tema muito delicado, porque significa que aspiramos a que a sociedade seja formada por pessoas físicamente perfeitas. Sem receio de me equivocar, posso garantir-lhes que nesta sala não há uma única pessoa que seja físicamente perfeita. Aceita a princípio é perigosíssimo porque levaria a um holocausto como o que (até maior) realizou Hitler."

Sobre esta questão, convidaria o leitor a ler o depoimento do Dr. Bernard Nathanson, de onde retirei sua declaração, aqui.

Eutanásia

Sobre a eutanásia cito apenas uma parte, seguida do link para íntegra, de um artigo publicado no site do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira³.

Segue:

Se o leitor estiver fazendo turismo na Holanda com algum parente idoso ou doente e este passar mal, tome cuidado na hora de chamar uma ambulância: se discar o número errado, poderá receber a visita de uma “ambulância da morte”, encarregada de “eutanasiar” idosos ou doentes.

A eutanásia não desejada virou o pesadelo dos holandeses, informou a rádio oficial alemã Deustche Welle. Muitos procuram novo asilo na cidade alemã de Bocholt, perto da fronteira, temerosos de serem mortos contra a própria vontade.

Ocupada pelos nazistas, a Holanda aplicou as regras que eles lhe impuseram. Isso não a impediu de se tornar pioneira de medidas liberais, inimagináveis na maior parte do mundo, como a legalização das drogas, prostituição, aborto e eutanásia. (algo parecido com a realidade brasileira?)

O povo holandês foi o primeiro a adotar o criminoso “direito à morte abreviada e assistida por médicos”. Mas o medo da eutanásia é grande entre muitos holandeses idosos.

Segundo a Universidade de Göttingen, 41% dos sete mil casos de eutanásia praticados na Holanda foram a pedido da família, que queria liberar-se do “incômodo velho”. 14% das vítimas estavam totalmente conscientes na hora em que foram liquidadas.

"Homofobia" termo fantasma


 Muitos podem estranhar o subtítulo acima. Explico-me: Etimologicamente falando, o termo homofobia (que não existe, foi construído) é constituído de um radical e um sufixo gregos: “homos”, que significa “semelhante” e “phóbos” que significa terror, medo, horror, ou medo mórbido de algo, sejam atos ou situações. Em suma, homofóbico seria aquele que tem terror, medo, horror, do que lhe é semelhante. Até aqui, portanto, não se vê conotação sexual na coisa toda. Pode ser que signifique alguém ter medo do próprio vizinho, ou do gênero humano de um modo geral. Existe, no entanto, uma palavra consagrada pelo uso (uso antigo, é claro, porque hoje é ignorada pela própria existência da “ignorantzia”), que é “homogamia”.
Homogamia sim, posso entender, que tem origem no grego “homógamos” que define aquele que está casado com alguém da mesma condição sexual, seria um termo que eu aceitaria que entrasse em discussão. Mas, homofobia?

Quanto à criminalização da chamada "homofobia" nada se tem a acrescentar, é a velha história das perseguições, que Nosso Senhor cita nas Sagradas Escrituras. Aqueles que ousarem cometer o "crime absurdo" de defender a fé católica, serão perseguidos, presos, condenados e punidos...

Bem, quanto às drogas, não preciso escrever nada...

Enquanto o aborto avança...o homossexualismo tem de recuar... será?

Ao pesquisar alguns textos para elaboração deste artigo, uma manchete me chamou a atenção. Segue com a descrição:

Câmara debate na quinta proposta que abre caminho para a 'cura gay'4

A Câmara dos Deputados discutirá em audiência pública na quinta-feira, 28, a suspensão de dois dispositivos de uma resolução do Conselho Federal de Psicologia que orientam os profissionais da área a não usar a mídia para reforçar preconceitos contra os homossexuais nem propor tratamento para curá-los.

O projeto, do deputado João Campos (PSDB-GO), líder da bancada evangélica na casa, abre caminho para que psicólogos tratem o homossexualismo como um transtorno. O parlamentar argumenta que as orientações restringem o trabalho dos profissionais e o direito da pessoa de receber orientação.

"Entendo que a matéria não pode ser vista apenas sob a égide de uma única classe profissional, pois alcança a sociedade de uma forma geral. O tema requer um estudo e uma análise aprofundada, levando em consideração os aspectos científicos e também sociais que o envolvem", disse Campos. "Entendo que a matéria também deve ser submetida às pessoas que desejam buscar na psicologia ajuda em virtude de dúvidas quanto à orientação sexual", completou o parlamentar à Agência Câmara. 


Como dito no início do post, os castigos anunciados em Fátima, estão cada vez mais próximos, mas isto pois, a Revoluçãoestá avançando muito rapidamente, e conseguindo impor seus objetivos. 
Muitos têm a impressão, compartilho desta, de uma acelerada desnorteadora rumo à destruição do que resta de Civilização Cristã, Reino Cristianíssimo de Nosso Senhor na Terra. 
Uma acelerada desnorteadora rumo à implantação do reino, não de Cristo, mas do Demônio nesta Terra. Uma acelerada desnorteadora rumo à desordem total... aversão à Ordem colocada pelo Criador no Universo...

Convido a todos a fazer algo contra tudo isto. Visite, assista o vídeo e assine a petição: 
http://www.diganaoaculturadamorte.com.br/





“Quando ainda muito jovem, 
 Considerei enlevado as ruínas da Cristandade, 
 A elas entreguei meu coração
 Voltei as costas ao meu futuro, 
 E fiz daquele passado carregado de bênçãos, 
 O meu porvir…” 

Plinio Corrêa de Oliveira




___________________

¹ http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2012/06/policia-faz-buscas-na-casa-de-suspeito-de-sequestrar-menina-em-sp.html
² http://g1.globo.com/brasil/noticia/2012/04/supremo-decide-por-8-2-que-aborto-de-feto-sem-cerebro-nao-e-crime.html
³ http://www.ipco.org.br/home/noticias/idosos-fogem-da-holanda-com-medo-da-%E2%80%9Ceutanasia-nao-solicitada%E2%80%9D
http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,camara-debate-na-quinta-proposta-que-abre-caminho-para-a-cura-gay,892289,0.htm
Revolução no sentido descrito por Plinio Corrêa de Oliveira em sua célebre obra Revolução e Contra Revolução
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...